Notícia

Tooro Nagashi de Registro celebra a Paz Mundial e os 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil

img

O auge da 64ª edição do Tooro Nagashi de Registro foi o culto inter-religioso em oração aos antepassados, na sexta-feira, 02 de novembro, Dia de Finados. A tradicional celebração contou com presença do Embaixador do Japão, Akira Yamada; do vice Cônsul Geral do Japão em São Paulo, Dr. Kenji Iwashima, do Secretário da Cultura do Estado de São Paulo, Romildo Campello e a esposa Cynthia; do Deputado Federal Samuel Moreira; do presidente do Bunkyo de Registro, Irineu Makoto Kawajiri; do presidente da ACER, Mário Soshim Sakagawa e do prefeito Gilson Fantin, acompanhado da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria Amélia Fantin.

Em seguida deu-se início à soltura dos dois mil tooros oferecidos para que os falecidos recebam a luz e descansem em paz. Os tooros coloriram e iluminaram o Rio Ribeira de Iguape, encantando autoridades e o grande público que foi prestigiar o evento.

No palco principal, o Bunkyo de Registro promoveu significativa homenagem, entregue pelo Embaixador do Japão, aos nikkeis radicados no Vale do Ribeira pelos importantes serviços prestados à comunidade e ao desenvolvimento, nesses 110 anos da imigração. São eles: Kiyoshi Seimaru (in memorian); Dr. Hideo Nasuno; Satoru Sassaki; Rubens Takeshi Shimizu; Dr. Issao Takiute e Kuniei Kaneko (in memorian). O Senhor Satoru Sassaki foi o porta-voz dos homenageados e os demais discursos versaram sobre a admiração, o respeito, a contribuição e o sentimento de gratidão deles para com a acolhida recebida pelos brasileiros e o legado cultural deixado pelos precursores em todas as áreas, como esporte, política, assistência social, moral, ética e disciplina.

O prefeito Gilson Fantin, sobre a presença em massa do público disse que isso mostra que Registro é cada vez mais 50% brasileiro e 50% japonês e aproveitou as presenças do deputado Samuel Moreira para pedir que intensifique a ajuda com mais recursos para o município e todo o Vale do Ribeira, agradeceu a presença e colaboração do secretário de Estado da Cultura e, por fim, ao Renato Bolsonaro, irmão do presidente eleito, pediu para que relembrasse Jair Bolsonaro, das duas vezes que estiveram reunidos para tratar de assuntos relativos à criação de um Fundo Nacional do Meio Ambiente, como forma de ajudar o produtor e a preservação da nossa região. O segundo pedido foi em relação ao BNDES para que crie subsídios para que empresas venham para o Vale do Ribeira com condições diferenciadas para contribuir com o desenvolvimento e favorecer a permanência dos jovens aqui. O prefeito também parabenizou os homenageados e disse “hoje é um dia de nostalgia, das pessoas que passaram por nossas vidas e nos deixaram as melhores referências”, finalizou Gilson Fantin.

O concurso de cosplay fez a alegria do público jovem e a apresentação do Joe Hirata que cantou o Hino de celebração dos 110 anos da Imigração no Brasil, encerrou com chave de ouro as celebrações, no sábado.

Também estiveram presentes o ex-deputado Estadual, Hatiro Shimomoto; o vice-prefeito de Registro, Newton Hirota da Silva; o chefe de gabinete da Prefeitura de Registro Luís Augusto Vaz de Arruda; Dr. Hiroshi Sato da JICA – Agência de Cooperação Internacional do Japão no Brasil; o vice-presidente do Bunkyo de São Paulo, Ossamu Matsuo; o presidente da União Cultural Sudoeste – UCES e da Federação das Entidades Nikeis do Vale do Ribeira – Fenivar – Toshiaki Yamamura; presidente da Associação Cidades Irmãs Registro-Nakatsugawa, Kunihiko Takahashi; vereadores representados pelo presidente da Câmara Municipal de Registro, Marcelo Comeron; Secretários Municipais; a gerente do SESC-Registro, Débora Teixeira; presidente do CRECI – Vale do Ribeira, Manoel Chicaoka e Renato Bolsonaro, irmão do presidente eleito, Jair Bolsonaro, entre outros representantes de entidades e religiões que prestigiaram a rica e importante festividade no contexto histórico e cultural do País.

Realizado pelo Bunkyo de Registro e Nichirenshu Emyoji, com apoio cultural da Sabesp, o Sesc- Registro, Secretaria Estadual de Cultura, Crematório Ângelus, ACER, Arteris Régis Bittencourt e Prefeitura de Registro.

Crédito das Fotos: Divulgação Prefeitura de Registro e Wagner Assanuma