Turismo - Registro/SP - Terca-Feira, 07 de Fevereiro de 2023

Início  /

Marco da Colonização Japonesa


O município de Registro é oficialmente Marco da Colonização Japonesa no Estado de São Paulo, através do Decreto nº 50.652 de 30 de março de 2006. Além de ter sido uma das primeiras localidades do País a implantar colônias de imigrantes, teria sido também a primeira localidade a receber imigrantes japoneses interessados em investir em produção própria no Estado.

O Decreto se deu pela importante contribuição dos colonos para a integração geográfica do Vale do Ribeira e por contribuíram efetivamente para a economia de Registro, com expressiva presença na agricultura, na indústria, no comércio e na prestação de serviços especializados.

Em 1912 foi firmado acordo entre o Governo do Estado de São Paulo e o Sindicato de Tóquio e em 1914 a empresa Brasil Takuschoko Kaisha já possuía escrituras de uma gleba de 87 hectares no lugar denominado “Posto de Registro”, além de ter recebido doação de terras devolutas pela Câmara de Iguape. A partir de 1918 o governo japonês coordenou a fusão de diversas empresas particulares de imigração e fundou a estatal Kaigai Kôgyô Kabushiki Kaisha – KKKK, sediada no município de Registro. Ainda, a filial da Companhia Imperial Japonesa de Imigração passou a subsidiar as passagens dos imigrantes e introduziu na colônia de Registro mais de 450 famílias japonesas.

Registro cresceu marcada fortemente pela presença dos imigrantes e se constitui até os dias atuais, na principal referência quando se fala em colonização japonesa no Estado de São Paulo e no Brasil.